Sem categoria

10 Formas de acalmar uma criança

------------ Espalhe amor #compartilhe ------------
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

criançachorando

Como pais, não gostamos de ver nossos filhos chorando, nervosos e as vezes gritando, ficamos tensos e o que mais queremos é acalma-los. A Madú, minha filha de 2 anos toda noite ás 4:00 horas da manhã (pontualmente), ela acorda chorando desesperada, já pensei de tudo, que ela poderia ter alguma dor, pesadelos, tudo já passou pela minha cabeça, desespero total.

Em meio de muitas pesquisas no meu amigo Google, levei Madú ao médico e a resposta que tive foi “Quando uma criança ainda não se comunica bem, fica difícil saber o motivo que ela acorda todo dia em tal desespero, pode ser pesadelo, vontade de ficar perto da mãe, medo ou outros motivos”, ela pediu para eu observar, oferecer água, pegar no colo para acalmar e até ofercer a chupeta. Enfim… Claro que a chupeta quando volta para a boca ela se torna mágica, mas não acredito que a falta da chupeta a leve a tal escândalo noturno.

Baseado na minha experiência, vou relacionar 10 formas que me ajudam a acalmar a Madú e algumas me ajudaram com o meu filho mais velho o Caio.

1 – Colo

Pegar a Madú no colo quando ela está nervosa, colocar a cabecinha dela no meu ombro e fazer carinho, parece mágica, no segundo soluço ela para na hora de chorar e quando ela fica “bravinha” comigo, quem faz a vez é o meu marido, ele a pega no colo com o mesmo ritual e também consegue acalma-la.

2 – Conversar baixinho

Ainda no colo, dependendo do motivo do choro, converso com ela baixinho, explico o porque da tal situação e peço para ela confiar em mim, depois finalizo com “Eu te amo e só quero o seu bem querida”.

3 – Caretas divertidas

Se o choro da Madú for uma birra, eu sento no chão (para ficar na altura dela), faço umas caretas divertidas, dou umas risadas e brinco com ela explicando que é feio criança fazer birra. Sério, fazia essa técnica com o Caio também e sempre funcionou com os dois. Acaba sendo divertido mesmo.

4 – Músicas

Colocar músicas também ajuda bem, nem sempre estou boa para fazer as “caretas divertidas” do item acima, então coloco uma musiquinha, as vezes não funciona ai procuro fazer outra coisa.

A Madú ama as músicas do Barbatuques e da Galinha Pintadinha.

5 – Desenho animado

Aí a música não funcionou? Eu apelo para Peppa Pig, Santa Peppa Pig viu, ela e a Galinha Pintadinha são mágicas aqui em casa. Agora ela está ampliando seu gosto nos desenhos animados, começou a gostar o Mickey, My Little Pony, Backyardigans e Thomas e seus amigos. Ainda bem né?

Leia mais:  5 lindas mensagens de amor de mãe

6 – Ler historinhas

A Madú gosta de livros, quando consigo acalmar a garota, vou para o segundo passo…começo a ler uma historinha pra ela esquecer do motivo que a levou a chorar tanto. Menos se for o choro da madrugada, meu sono é tão eterno que não consigo ler historinhas de madrugada. (A sincera!) rs.

7 – Desce no play

Aqui no meu prédio tem um play bem gostoso, se nada acima resolve, desço com a Madú pra ela correr e gastar energia, também dá certo!

Dica: Se você não mora em prédio, procure um parque ou praça perto da sua casa, se morar na praia melhor ainda, adoro correr na praia com a Madú, fazer a criança se sentir livre, também é uma ótima opção.

8 – Retire a criança de determinadas situações

As vezes estamos em festas, lugares públicos como shoppings ou mercados, até mesmo um churrasco em família e a criança resolve abrir o berreiro ou fazer aquela birra na frente de todo mundo. Quem nunca?

Eu levo a Madú para um lugar mais calmo e sem barulho, converso baixinho com ela, se for aquela jogada no chão do tipo “Eu querooooooooo” (acontece sempre em mercados e shoppings) espero ela dar uma pausa no choro e começo a explicar o porque não posso comprar o que ela quer naquele momento. Confesso que fico bem irritada quando ela faz isso, mas não adianta, precisamos manter a calma também, sempre respiro fundo e conto até 5. Funciona!

9 – Enrolar o bebê na manta

Quando a Madú era bebê e não entendia “bulufas” do que eu falava, não tinha conversa, musiquinha e Peppa que a fazia parar de chorar, depois de verificar mamada, fralda essas coisas todas, eu enrolava ela em uma manta e apelava para o balancinho no colo, infalível, ela dormia em menos de 10 minutos.

10 – Chupeta

A chupeta é um verdadeiro calmante para a Madú, conversei com a pediatra sobre os mitos da chupeta antes de oferecer a ela porque senti necessidade de oferecer a chupeta ainda quando ela tinha pouco menos de 1 mês, ela pegou de primeira. Hoje com 2 anos, já estou “tentando” diminuir o uso da chupeta, está difícil porque ela não vive sem, mas a pediatra falou que já está na hora.

Bom meninas, essas são as minhas dicas baseadas na minha experiência, espero ajudar!

Quem tiver dicas…compartilha aqui com agente ok!

bjs, bjs


------------ Espalhe amor #compartilhe ------------
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Estilista, empreendedora e mãe de 2 crianças lindas, idealizei o blog em 2013 quando senti dificuldades de informações e temas variados em um único site. Hoje o blog virou revista, interagindo com a movimentação de informações e dicas pesquisadas com carinho para passar para minhas seguidoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *