Diário da Patrícia

Minha experiência com a amamentação e desmame da Madú

------------ Espalhe amor #compartilhe ------------
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cabelos sem pintar a mais de 1 ano, recusas de viagens de trabalho e esquecer o gosto de um bom vinho, foi algumas das coisas que deixei de fazer desde quando peguei o teste POSITIVO de gravidez e vou dizer…VALEU MUITO A PENA!

Quando desmamei a Madú, ela tinha 8 meses, foi um processo dolorido emocionalmente, o meu coração ficava apertado, demorei até para jogar a pomada de Lanolina que passava para hidratar o os seios. Infelizmente depois que voltei a trabalhar meu leite foi diminuindo, mesmo tirando com a bomba e armazenando para oferecer durante o dia, chegou uma hora que parei de produzir leite. Sentia a Madú  magoada comigo, nem sei se foi uma impressão minha, mas ela mordia meu mamilo e chorava beeeemmm nervosa, conclusão: acabava em mamadeira.

Sentia que com a mamadeira ela ficava mais tranquila, saciava sua fome e quando parei definitivamente de amamentar, a quantidade do “tete” passou de 140 ml para 270 ml. Ela passou a jantar com 7 meses e antes de dormir eu dava a mamada, com 8 meses meu leite secou de vez e além de jantar ela tomava a mamadeira e as mamadas noturnas diminuíram e com 8 meses e meio ela já não acordava mais a noite.

Muitas pessoas me perguntavam se foi um alivio eu ter parado de amamentar a Madú e passar a dormir a noite toda, claro que dormir e ainda mais trabalhando, foi muito bom, mas eu amava amamentar e adoraria ter amamentado por mais tempo. Acho muito importante o leite materno para as crianças, mas também confio nas fórmulas que existem hoje em dia e com a introdução dos alimentos com 6 meses, ficava de boa.

O leite materno é considerado o alimento mais completo para o bebê. Nele estão contidos todas as proteínas, vitaminas, gorduras, água e outras necessárias para o seu completo e correcto desenvolvimento. Este contém ainda substâncias tais como anticorpos e glóbulos brancos, essências para proteger o bebê contra doenças.

A amamentação criou um vínculo de amor comigo e com a Madú, fazia carinho e conversava com ela, lógico que continuo fazendo isso, mas o momento de amamentar me deixava feliz era prazeroso e ela finalizava com um sorriso, como se fosse um agradecimento.

Por isso eu sempre faço campanhas de amamentação nas minhas redes sociais, acho que quando uma mãe tem condições de amamentar, devem fazer isso, não estou criticando quem não amamentou, sei que muitas mulheres não conseguem amamentar e nem por isso elas deixaram de criar um vínculo gostoso com seu bebê, o amor entre uma mãe e filho(a) é formado por carinho e dedicação da mãe, o que é mil vezes mais importante.

Eu por exemplo, não consegui amamentar meu filho mais velho o Caio, hoje com 10 anos. Com apenas 2 meses, meu leite secou de uma hora para outra e naquela época não existia a variedade de fórmulas que existem hoje, as 2 fórmulas que existiam ele não aceitou, partimos para o leite em pó (Ninho), ele também não aceitou, ele passou aceitar o leite comum de caixinha, sim com 2 meses ele tomava leite de caixinha e hoje está aí, graças a Deus saudável, lindo e cheio de amor que eu dei.

Leia mais:  Por que a amamentação noturna é tão importante?

Para finalizar e deixar a matéria mais completa, vou colocar o que usava para firmar os seios, hidratar os mamilos e os acessórios que mais usei nessa etapa.

No início da amamentação, tive que usar essa base flexível para formar o bico.

desmame1

O Mustela, usava para firmar os seios de manhã e a noite, pode usar durante a gravidez e na fase da amamentação.

desmame3

Para tirar o leite no trabalho, usava a bomba elétrica da Avent, a minha comprei em Nova York e paguei bem mais barato, mas o Dólar estava R$2,00 na época.

desmame7

Não passava sem os absorventes para seios, chegava a usar 2 em um único lado por que meu leite vazava muito. Eu usei essas marcas abaixo (não é publi), optava sempre pelo mais barato.

desmame2

A pomada de Lanolina ganhei na maternidade e serve para hidratar os mamilos, é assim…uma coisa milagrosa, tem que usar!

Ahh 1 desse dá tranquilo, vem bastante e você usa bem pouco porque espalha bem.

Eu usei esses 2, Medela comprei e o MamyLan como disse acima, ganhei na maternidade.

desmame5

E você que esta sofrendo para amamentar, eu sei porque passei por isso 2 vezes, esses adesivos são essenciais, acalma as fissuras e alivia beeeeemmm a dor. E para quem está fazendo a mala para maternidade, vale comprar uma caixinha desse gel e levar, garanto que você não vai se arrepender.

Além de evitar rachaduras e ressecamento dos mamilos, Mamare ajuda na cicatrização de feridas na região, previne a maceração e a proliferação de bactérias e fungos nos bicos dos seios.

Um dos diferenciais do novo protetor é que proporciona maior higiene em comparação aos demais produtos existentes no mercado, uma vez que a mãe não precisa espalhar o gel para aplicar o Mamare, evitando o risco de contaminação e de prejudicar a pega do bebê. (não é publi)!

desmame4 desmame6

O sutiã próprio para amamentar, tem que ser um de boa sustentação para os seios e em algodão, eu comprei 4, mais como no começo tinha muito leite, tive que comprar mais…usava 2 ou 3 por dia.

desmame

É isso meninas, quem tiver mais dicas por favor compartilha ok?

bjs, bjs

 

Cuidados com bebê recém-nascido


------------ Espalhe amor #compartilhe ------------
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Estilista, empreendedora e mãe de 2 crianças lindas, idealizei o blog em 2013 quando senti dificuldades de informações e temas variados em um único site. Hoje o blog virou revista, interagindo com a movimentação de informações e dicas pesquisadas com carinho para passar para minhas seguidoras.

5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *