Entenda a importância da boa saúde da mãe para a primeira alimentação do bebê

Por Patrícia Azevedo em 15/08/2017 -

Agosto Dourado: entenda a importância da boa saúde da mãe para a primeira alimentação do bebê

Segundo pesquisador, aleitamento pode ser alternativa para a suplementação direta de vitamina D em recém-nascidos que amamentam, continue lendo...

 Agosto Dourado é um mês dedicado à conscientização da população sobre a importância do aleitamento materno para a saúde da mãe e, principalmente, do bebê. Esse ato de amor ultrapassa os benefícios do contato mãe e filho e influencia diretamente na saúde do pequeno, fortalecendo a imunidade, combatendo a anemia e reduzindo as taxas de mortalidade infantil. Mas para que a amamentação ocorra de forma saudável, reunimos elementos que beneficiam o aleitamento e os que deve ser evitado ao longo da amamentação. Confira!

Mamãe saudável produz mais leite

A boa alimentação é essencial para que o leite transmita ao bebê os nutrientes e minerais necessários. São eles que auxiliaram no fortalecimento das defesas imunológicas, prevenindo infecções no bebê. Por isso, a dieta da mamãe deve ser equilibrada, com aproximadamente 2500 calorias/dia, rica em ferro, cálcio e proteínas. Também é importante consumir bastante água!

Leia também: PUERPÉRIO: PERÍODO PÓS-PARTO REQUER CUIDADOS ESPECIAIS

O leite da mamãe que suplementa pode ser rico em vitamina D

A suplementação de vitamina D deve ser iniciada na gestação pela mãe e continuar inclusive e principalmente na fase da amamentação. O Ministério da Saúde criou a portaria N° 451 que inclui a vitamina nas diretrizes terapêuticas essenciais para o desenvolvimento do bebê e criança, alertando para o uso de 400 UI /dia desde o primeiro mês e até a adolescência, para evitar o raquitismo. De acordo com o pesquisador Michel Holick, maior autoridade mundial sobre vitamina D, a suplementação materna diária com doses adequadas de vitamina D3 é saudável e uma alternativa para a suplementação direta de bebês que amamentam.

Evite o álcool e consuma café com moderação

Além de boa alimentação e suplementação de vitaminas, a mãe deve evitar bebidas alcoólicas e consumir café com moderação. Em excesso, o álcool altera o sabor do leite e o café afeta o sono do bebê. Também fique atenta aos alimentos, como: amendoim, castanhas e frutos do mar, que podem causar desenvolver alergia nos pequenos. 

Os benefícios para as mamães que amamentam são inúmeros

A amamentação não é só benéfica para o bebê, ela também traz inúmeros benefícios às mamães. Com o aleitamento há redução na incidência de câncer de mama, ovário, útero, osteoporose, doenças cardíacas e diabetes e ainda ajuda na redução de peso.

 

Lourannie Muniz

Hypermarcas – Unidade Cidade Jardim
Comunicação Corporativa – Imprensa

Telefone: (11) 3627-4331

lourannie.muniz@hypermarcas.com.br

 

Foto: LoveThisPic


0 Comentários

Deixe o seu comentário!




Posts mais lidos

Cremes para Estrias

Avaliação dos cremes para Estrias

Na gravidez temos muitas preocupações e dúvidas, uma delas é o medo das Estrias. Veja minha avaliação dos cremes que usei na minha última gestação.

76 Pessoas gostaram
Ensaio de gestante

Dores na Gravidez – O Que é Normal?

Dores na gravidez é uma consequência inevitável! Mas que dores são normais e quais dores não são normais na gravidez? Veja Agora!

245 Pessoas gostaram
Foto do Benjamin

Inspiração: Idéias de fotos para registrar os meses do bebê.

Veja agora idéias para registrar todos os meses do seu bebê até 1 ano de idade.

44 Pessoas gostaram

INSTAGRAM @GRAVIDASEANTENADAS