• Pinterest - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2019 Grávidas e Antenadas - Desenvolvido por PaAz Marketing Digital Express 11-99269 0363

  • Patricia Azevedo

ENTENDA A SÍNDROME DOS OVÁRIOS

formação de cistos durante a #ovulação é normal e faz parte do funcionamento do ovário. Estes #cistos são criados e desaparecem durante o ciclo #menstrual.


Imagem: melhorcomsaude.com


formação de cistos durante a ovulação é normal e faz parte do funcionamento do ovário. Estes cistos são criados e desaparecem durante o ciclo menstrual. Porém, algumas mulheres apresentam disfunção hormonal que impendem esse bom funcionamento, fazendo com que os cistos permaneçam no ovário. A causa disso tem origem genética e é o que médicos chamam de Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP). O Dr. Ricardo Andrade Freire, ginecologista do Hospital e Maternidade São Luiz Anália Franco, explica que quem tem irmãs ou mães com SOP possui 50% de chance de desenvolver essa doença. “Essa enfermidade pode afetar, principalmente, a fertilidade da mulher e gerar grande dificuldade de engravidar”. A Síndrome de Ovários Policísticos também gera ciclos menstruais irregulares com menor frequência de ovulação. Outros sintomas são o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e #obesidade.


A SOP também pode provocar o aumento de hormônios masculinos, facilitando o crescimento anormal de pelos em áreas como seios e queixo; surgimento de manchas na pele e aparecimento de acne. O diagnóstico da SOP é complicado e depende de diversas variantes, e é feito a partir da avaliação de exames clínicos, ultrassom pélvico e dosagem de hormônios. Porém, Freire explica que portadoras desse distúrbio podem viver uma vida normal e engravidar através de remédios que controlem o nível hormonal. Além disso, alimentação boa e exercícios regulares também são indicados.


“A Recomendação é que toda mulher visite seu ginecologista ao menos uma vez ao ano para fazer uma avaliação ovariana e hormonal. O ginecologista é o clínico da mulher que cuida também da sua qualidade de vida, o que inclui o acompanhamento de um ciclo menstrual saudável”.

Fonte: Hospital e Maternidade São Luiz

0 visualização