• Patricia Azevedo

POSIÇÕES PARA FAZER O BEBÊ ARROTAR E DICAS PARA O PAPAI PARTICIPAR

Fazer o #bebê arrotar: essa é uma tarefa necessária que pode acabar se tornando muito demorada.


O problema é que muitas vezes isso acontece de madrugada, momento em que algumas horas de sono são mais do esperadas, são muito importantes para que as mulheres descansem e recuperem a energia gasta ao longo do dia com os cuidados com o bebê.


Pensando nisso, trazemos a seguir uma posição diferente da que você provavelmente está acostumada. Ela promete ajudar muito, já que faz o bebê arrotar mais rápido:


Por que os bebês precisam arrotar?

Os bebês precisam arrotar para eliminar todo o ar que ingerem naturalmente enquanto mamam. Esse ar, quando engolido, segue para o sistema digestivo, causando satisfação antecipada – fazendo com que a criança tome menos leite do que o necessário – e também desconforto. Sendo assim, colocar o bebê para arrotar após as mamadas é obrigatório durante seus primeiros meses de vida.

“Logo que o bebê nasce, o seio ainda produz leite em menor quantidade e a criança ainda não sabe sugar perfeitamente. Isso faz com que, principalmente se não estiver mamando em uma posição adequada, sugue também o ar, que vai para o estômago”, explica Cid Fernando Pinheiro, pai de Felipe e Guilherme, coordenador das equipes de pediatria do Hospital São Luiz e professor na Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo.

A posição tradicional

No Brasil, a posição mais utilizada pelas mães na hora de fazer o bebê arrotar é a seguinte: elas seguram o pequeno no colo, com as costas eretas e a cabeça apoiada no ombro materno. Sobre ele, uma toalhinha para proteger a mulher. O tempo para arrotar varia bastante de bebê. Alguns demoram mais, outros demoram menos. No entanto, a espera pode ultrapassar 10 minutos.


Posição diferente

A posição diferente da que a adotada pela maioria das mães é bastante simples e consiste em colocar o bebê sentado no colo da mãe. Sua cabecinha deve ficar apoiada em uma das mãos. Com a outra, a mãe deve dar tapinhas leves nas costas da criança.

Essa posição é muito comum em países como Estados Unidos. As mães brasileiras que já testaram confirmam que traz resultado, fazendo com que o arroto do bebê venha mais rápido.


Dica: Use uma toalhinha ou fralda nos ombros para evitar sujar sua roupa. Olha essa que fofa que separei para você. É da @lojinhamoderninha e você pode comprar aqui!





Leia ainda: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA EVITAR A SÍNDROME DA MORTE SÚBITA


Ajuda do papai


Durante o processo de #amamentação o pai pode se sentir rejeitado uma vez que a mãe e o bebê estão literalmente ligados um ao outro por várias horas durante o dia. Além do que, o leite produzido pela mãe é um alimento precioso para o bebê. Mas, é importante que o pai também participe do processo de amamentação.


Ele pode ajudar a mãe e segurar a criança no intervalo de um peito e outro.


Uma dica valiosa é a participação do pai no final da mamada, ajudando no momento do arroto.


Dica: Tenha sempre um paninho por perto, pois pode ser que volte um pouco de leite.

Muitas vezes, no meio da mamada o bebê pode chorar, provavelmente é porque ele precisa arrotar. Mas, se o bebê não arrotar, não se preocupe, é porque ele não precisa.


Fonte: Facebook/amamente, gestacaobebe.com.br e revista Pais e Filhos

Fotos: Google Images

11 visualizações
  • Pinterest - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2019 Grávidas e Antenadas - Desenvolvido por PaAz Marketing Digital Express 11-99269 0363