• Patrícia Azevedo

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO USO DA CINTA NO PÓS-PARTO?

Embora hoje em dia muitos médicos não tenha indicado o uso, além do uso da cinta ergométrica eu usei nos meus dois pós-partos e me ajudou muito. Mas como sempre digo, cada caso é um caso, e oriento sempre buscar a opinião do seu médico.


No final dessa matéria coloquei um depoimento sobre o uso da cinta.


A cinta pós-parto é recomendada pois ajuda a reorganizar os órgãos da mulher em seu devido lugar, a diminuir o inchaço, dando mais segurança para a mulher se mexer, tossir ou dirigir, principalmente depois de uma cesárea, conferindo uma melhor silhueta do corpo.


É muito importante a mulher conversar com o médico antes de usar qualquer cinta ou faixa pós-parto e, decidir a sua necessidade, porque não usar a cinta pode levar a formação de um seroma, que é o acumulo de líquido no local da cesária.


No entanto, não é recomendado o uso constante, nem prolongado da cinta porque ela pode dificultar os movimentos dos músculos abdominais e perturbar o fluxo sanguíneo, como acontece durante a prática de exercício físico. Assim, a cinta só deve ser usada durante o dia e durante a noite, mas nunca na academia, e por um período máximo de 3 meses.

O que dizem os médicos?


Os médicos têm pontos de vista diferentes quanto ao uso de cintas pós-parto, uma vez que não há uma opinião consensual a respeito. De facto, tal como indicam diversos estudos, os músculos e órgãos alterados durante a gravidez são capazes de se recolocar, sem necessidade de uma pressão externa através de uma cinta. Alguns especialistas, inclusive, alertam para a possibilidade de que as cintas pós-parto possam fazer com que os músculos percam força, se estes não tiverem de a fazer por si mesmos. Por esta razão, alguns profissionais desaconselham o uso de cintas pós-parto. Pelo contrário, outros médicos afirmam não haver qualquer problema no seu uso, uma vez que diminuem as dores e dão estabilidade às costas. De acordo com estes profissionais, a cinta pode começar a ser usada logo a partir do dia seguinte ao parto, aumentando o tempo da sua utilização de forma progressiva.


VEJA TAMBÉM: 5 BENEFÍCIOS DA AMAMENTAÇÃO COMPROVADOS.


Se o parto foi por cesariana, também há opiniões contraditórias: alguns especialistas afirmam que o uso da cinta depois da cesariana é eficaz para a cicatrização da ferida e para reduzir a inflamação, e outros, pelo contrário, asseguram que não se pode usar cintas enquanto a incisão não estiver cicatrizada. Seja como for, o aconselhável é que consulte o médico sobre o uso da cinta pós-parto, uma vez que cada corpo, gravidez e parto são diferentes.


Quais os modelos de cinta pós-parto?

Antes de escolher qual cinta comprar é aconselhado vestir modelos diferentes para saber qual a mais confortável para cada caso. Geralmente as mais confortáveis são aquelas que permitem ir soltando a cinta por partes, para não precisar tirar tudo sempre, o que facilita muito nas idas ao banheiro.


Quando usar a cinta pós-parto?

É aconselhado usar a cinta pós-parto logo depois do nascimento do bebê, ainda no hospital. Normalmente quando a mulher se sente estabilizada e tem condições de ficar de pé sozinha, já pode tomar banho e logo depois vestir a cinta.


A cinta deve ser usada durante todo o dia e durante toda a noite, sendo retirada somente para tomar banho e para praticar exercício físico, por exemplo.


Benefícios de usar cinta pós-parto

Não é obrigatório o uso da cinta, mas ela pode ajudar a segurar a barriga e ainda:


  • Contribui para o retorno do útero para sua posição fisiológica, já que ele ainda encontra-se muito grande mesmo depois do parto;

  • Ajuda a evitar a dor na coluna que geralmente acontece porque os músculos abdominais estão muito enfraquecidos;

  • Deixa a silhueta da mulher mais bonita, contribuindo para sua auto-estima e bem-estar;

  • Evita a formação do seroma, que pode acontecer nas mulheres que fizeram cesariana, mas em todo caso ela também é recomendada para quem teve um parto normal.

  • A cinta pós-parto pode ser usada por até 3 meses, porque à partir dessa fase a mulher já pode praticar exercícios para fortalecer especificamente os abdominais, e o uso da cinta poderá prejudicar o fortalecimento dessa musculatura.


Qual tamanho devo usar?

O tamanho a usar a cinta varia de acordo com a estrutura física da mulher. No entanto, é importante que ela seja confortável e que não aperte muito a barriga.


Para comprar o tamanho adequado, o ideal é ir à loja para experimentar e escolher uma que seja confortável e não prejudique a respiração, nem faça a mulher se sentir incomodada depois de comer. Uma boa dica é colocar a cinta, sentar e comer uma fruta ou algum biscoito para ver como se sente.


Além disso, não deve usar cintas muito apertadas com a intenção de afinar a cintura, pois estas na verdade impedem a contração natural dos músculos do abdômen e acabam provocando fraqueza e flacidez abdominal.


Veja esse depoimento e complete sua opinião a respeito:


Fontes: Tua Saúde e https://www.omeubebe.com/parto/pos-parto/cinta-pos-parto

95 visualizações
  • Pinterest - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Grávidas e Antenadas - Patrícia Azevedo CPF 258835688-58 - Rua Severino Vilar Filho, 218 - São Paulo/SP Cep 05127-110

Whatsapp 11-99269 0363 - Horário de atendimento Seg. à Sábado das 9 até 18h

Prazo de Despacho de 1 dia útil e prazos de acordo com a localização.

Políticas de Entregas e Devoluções

© 2019 Grávidas e Antenadas - Desenvolvido por Digital Expresso